Take me to your Leader

Kevin Kelly um dos fundadores a Wired Magazine, recentemente lançou um livro chamado The Inevitable. Como sugere o título, ao longo do livro Kevin enumera 12 tendências que de uma maneira ou outra irão acontecer nos próximos 30 anos no planeta.

the_inevitable

O livro inteiro é bastante interessante, mas de cara o capítulo 2  me chamou atenção – Cognifying – uma das tendências que ele apresenta. Fundamentalmente, Cognifying é a capacidade que as máquinas atuais tem de aprender a realizar alguma atividade. Como exemplo ele cita o experimento que a empresa Deep Mind realizou e publicou em 2015 na revista Nature. O objetivo do experimento era que o computador aprendesse a jogar Video Pinbal.

001357

A primeira grande curiosidade do experimento é que os cientistas não ensinam como jogar de fato, mas sim, eles dizem ao computador como ele deve aprender a jogar – o que é completamente diferente. O computador então começa. Em 30 minutos que está jogando, ele já tem um aproveitamento de 75% das partidas. Em 1 hora jogando, na partida 300, ele já não perde mais. Na segunda hora jogando, a máquina descobre uma maneira de ganhar que nem o criador sabia.

Kevin então avança na explicação sobre o desenvolvimento da Inteligência Artificial e faz uma série de ponderações a respeito da rede de máquinas conectadas, do avanço do hardware e da capacidade de processamento fantástica, sobre o Big Data e dos algoritmos extremamente complexos que temos hoje.

Data digital flow

Para terminar ele levanta algumas questões que são absolutamente inquietantes. Ele diz o seguinte: a capacidade de processamento que os computadores ligado em rede tem é absolutamente astronômica. Não há o que essas máquinas não possam aprender. Todo dia, a cada clique seu na rede, aumenta o conhecimento humano digitalizado. Portanto, todo o conhecimento humano é facilmente acessível.

E o que os computadores do futuro teriam a aprender com os animais? Como assim? Animais tem capacidade que seres humanos não tem e não são capazes de executar. Mas uma máquina sim.

whales3

Então, imagine daqui a 30 anos uma máquina que tenha a inteligência que uma pessoa não se quer entende. Seria essa a primeira forma de contato com uma inteligência alienígena? Como nos comportaríamos frente a isso? A sigla I.A. de Inteligência Artificial, poderia ser Inteligência Alien?

saucer

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: