Take me to your Leader

Kevin Kelly um dos fundadores a Wired Magazine, recentemente lançou um livro chamado The Inevitable. Como sugere o título, ao longo do livro Kevin enumera 12 tendências que de uma maneira ou outra irão acontecer nos próximos 30 anos no planeta.

the_inevitable

O livro inteiro é bastante interessante, mas de cara o capítulo 2  me chamou atenção – Cognifying – uma das tendências que ele apresenta. Fundamentalmente, Cognifying é a capacidade que as máquinas atuais tem de aprender a realizar alguma atividade. Como exemplo ele cita o experimento que a empresa Deep Mind realizou e publicou em 2015 na revista Nature. O objetivo do experimento era que o computador aprendesse a jogar Video Pinbal.

001357

A primeira grande curiosidade do experimento é que os cientistas não ensinam como jogar de fato, mas sim, eles dizem ao computador como ele deve aprender a jogar – o que é completamente diferente. O computador então começa. Em 30 minutos que está jogando, ele já tem um aproveitamento de 75% das partidas. Em 1 hora jogando, na partida 300, ele já não perde mais. Na segunda hora jogando, a máquina descobre uma maneira de ganhar que nem o criador sabia.

Kevin então avança na explicação sobre o desenvolvimento da Inteligência Artificial e faz uma série de ponderações a respeito da rede de máquinas conectadas, do avanço do hardware e da capacidade de processamento fantástica, sobre o Big Data e dos algoritmos extremamente complexos que temos hoje.

Data digital flow

Para terminar ele levanta algumas questões que são absolutamente inquietantes. Ele diz o seguinte: a capacidade de processamento que os computadores ligado em rede tem é absolutamente astronômica. Não há o que essas máquinas não possam aprender. Todo dia, a cada clique seu na rede, aumenta o conhecimento humano digitalizado. Portanto, todo o conhecimento humano é facilmente acessível.

E o que os computadores do futuro teriam a aprender com os animais? Como assim? Animais tem capacidade que seres humanos não tem e não são capazes de executar. Mas uma máquina sim.

whales3

Então, imagine daqui a 30 anos uma máquina que tenha a inteligência que uma pessoa não se quer entende. Seria essa a primeira forma de contato com uma inteligência alienígena? Como nos comportaríamos frente a isso? A sigla I.A. de Inteligência Artificial, poderia ser Inteligência Alien?

saucer

 

 

 

 

Glitch Art: a falha como arte

Imagem distorcida, sons estranhos e funcionalidades corrompidas. No meio do cotidiano digital você se depara com um glitch.

Palavra com origem na etimologia alemã, glitschen (deslizar), o glitch significa um deslize no sistema, um mau funcionamento de curta duração e sem causa aparente. Mais conhecidos na comunidade de gamer, os glitchs alteram os gráficos, efeitos sonoros e nos games podem beneficiar os jogadores sendo usados como truques para trapacear.

missingno_gif.gif
MissingNo., glitch dos jogos Pokemon Red e Blue

Com o avanço da tecnologia os glitchs ficaram menos frequentes mas abriram espaço para uma nova forma de arte que explora os erros causados por esses eventos, a Glitch Art.

glitch.gif

Alterando os dados de arquivos digitais ou manipulando objetos eletrônicos o artista introduz a falha, podendo o resultado ser randômico ou intencional, criando uma estética do erro. Existem alguns métodos conhecidos para criar o glitch art como:

  • O Circuit bending que consiste na manipulação de circuitos e fios de equipamentos eletrônicos para se criar novos sons e imagens.

Circuit Bent NES Zapper Theremin por Russell Kramer

 

  • O Datamoshing que é a manipulação dos dados de um arquivo digital criando novos efeitos.

ピッチファック (Glitch Art Version) by The Innernettes

 

Há também quem transporte a glitch art para o mundo real, como a parceria entre Nukeme e Ucnv com o Glitch Dress.

 

untitled2-600x470
Glitch Dress por Nukeme e Ucnv

Hoje em dia já existem muitas comunidades de artistas e muito material disponível sobre o assunto e para quem se interessar recomendo visitarem o Glitch Artist Collectives no Tumblr, Facebook e também no Soundcloud. Existe uma curadoria extensa dos artistas e muitas artes interessantes. Quem gosta de gifs vai conseguir passar horas no GIPHY pesquisando gifs sobre #GlitchArt.

E para quem quer fazer glitch art com suas imagens existe o Image Glitch Tool, onde você pode fazer upload das suas imagens e manipula-las facilmente criando efeitos glitch.

Vídeos, imagens, sons e músicas, todo objeto eletrônico ou digital pode ser usado como material para a criação de um artista glitch e com o avanço da tecnologia digital a glitch art se expande junto.

 

keepcalmglitch.gif


Gostou desse post? Conheça mais da editoria MOLDURA.

Café & Caneta #1

Desde sempre eu faço as coisas ouvindo música. No trabalho não é diferente. Desde o começo da Radio, as rádios de internet e do Itunes foram as minhas primeiras companheiras. Ai, veio o Spotify e reuniu tudo em um aplicativo. Hoje ele e minha caneca são tão fundamentais, quanto a minha caneta hidrográfica preta e o meu caderno.

A playlist abaixo é uma rápida compilação de sons um pouco alternativos, mas todos muito genuínos.

Tem um pouco de tudo. Começa com a Anemone que é um som bluesado blasé. Alguns eletrônicos do Public Service Broadcasting. O rock alternativo do Wovenhand. Termina com um trilha do Jon Hopkins pra ficar tudo em ordem e em paz novamente.

Espero que tenha algo que goste.

https://open.spotify.com/user/radiodesign/playlist/3Y5EDXYcAaIeoLebGxah7R

Bem-vindo ao blog da Radio.

Um espaço aberto para falarmos sobre assuntos que orbitam o nosso dia-a-dia e que nos influenciam diretamente e indiretamente. Essa é a ideia do blog.

Com muita coisa para dividir, construímos esse espaço para produzir nossos conteúdos e compartilhar nossas ideias e abordar temas que fazem parte da nossa essência. Mas aqui iremos falar de forma mais pessoal e descontraída, dividindo a visão, opinião e gosto de cada um dos nossos colaboradores, mostrando não apenas a marca, mas as pessoas que constroem a empresa. E queremos você aqui para deixar sua opinião e interagir conosco.

Semanalmente iremos atualizar o blog, as segundas-feiras, assim você poderá nos acompanhar frequentemente.

Esperamos por você.

Obrigado.