Design: difícil de escrever mas bem fácil de entender.

Trabalhando com design já há algum tempo, mais e mais eu gosto. O design funcional que inova e muda a nossa vida, o design thinking das estratégias, o sound design, body design e por ai vai. Está, entre uma das definições da função do “design” a de AGREGAR VALOR. E isso acontece sempre. Pode serContinuar lendo “Design: difícil de escrever mas bem fácil de entender.”

memorabilia

Fazendo jus ao nome desta editoria, este revisite a trilha rememora lembranças de filmes, séries e até mesmo novelas de minha  infância e pré-adolescência. Difícil é mensurar com exatidão os anos de tais lembranças , haja vista que agora elas não mais se apresentam ordenados com linearidade. A certeza é que entre as tardes emContinuar lendo “memorabilia”

Arte vinda do lixo.

    Pra lá de consagrado e conhecido, mas sempre legal de ser revisto. A perspectiva de Vik Muniz em suas obras de escala maior – numa época sem drones! Transformação de lixo em arte – que o fez estudar durante 2 anos no maior lixo do mundo, trabalhando com catadores na transformando seus retratosContinuar lendo “Arte vinda do lixo.”

CHOQUE NO ITAIM

SINÔNIMO DE EXPRESSÃO MODERNA, A RENOMADA GALERIA , RESOLVE DAR UMA VOLTA EM SÃO PAULO. Depois que fui morar em Alto de Pinheiros, 1987, é que passei a conhecer o bairro da Vila Madalena. Naquela época ainda genuinamente roots. Acompanhei de perto o desenvolvimento da vizinhança, que saiu de um amontoado de funileiros, autoelétricos e artesãos,Continuar lendo “CHOQUE NO ITAIM”